Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




ainda o artista de rua

por Maria Araújo, em 01.08.17

A propósito deste post, e porque estou sem carro por dois dias ( emprestei-o à minha irmã para se deslocar para o trabalho, a cerca de 35km cá do burgo) fui a pé resolver um pedido que ela me fez.

Saí por volta das 11h, o percurso era precisamente pelas ruas em que tinha de passar os cruzamentos que faço de carro.

Aproximando-me do primeiro (1), com cerca de seis carros parados à espera que o sinal verde abrisse, o jovem acabara de fazer a sua exibição.

Quando passava mais perto, ouvi ele dizer:

- Obrigada. Bom-dia, bom-dia. Hoje é terça-feira. Sorriam. O dia já começou, haja boa disposição.

E agradecia a moeda a cada um dos condutores que, entretanto, a deixavam no chapéu e arrancavam porque o sinal passara a verde.

Garanto que, desses seis condutores, todos deram a moeda. 

A próxima que o apanhe, vou tirar uma fotografia.

Sem Título.png

 

Descia eu a rua em direcção ao segundo cruzamento (2), vislumbrei ao longe o pedinte do costume.

Agasalhado até à cabeça, hoje com duas muletas, em vez de uma, as calças dobradas acima do tornozelo, deixavam ver as habituais ligaduras brancas.

Nenhum carro parado nos semáforos.

A meio da rua, dois carros pararam. O homem preparava-se para descer o passeio para o peditório. Mas viu-me.

Quando passei, sorriu e disse: " dê-me uma moeda".

Sinto uma imensa falsidade no homem. Anda há anos neste teatro da vida, e eu não gosto disto.

Segui o meu caminho sem lhe responder.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)


15 comentários

Imagem de perfil

De José da Xã a 02.08.2017 às 11:00

Maria,

há muitos anos, quando ia de comboio para o trabalho, encontrava na Estação do Rossio um j«homem deitado no meio de lixo enrolado em papéis e cobertores velhos. E cheirava muito mal.
Um dia descobri que tinha milhares de contos em certificados de aforro.
Ainda bem que nunca lhe dei qualquer tostão.
A verdadeira pobreza está, na maioria das vezes, escondida. E desse é que tenho pena e gostaria de ajudar.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 02.08.2017 às 12:47

Faço minhas as tuas palavras.
E esse ajudar de pobreza escondida, é que devíamos ter conhecimento.
Há, também, famílias que têm posses e vão buscar a mercearia à junta de freguesia.
A minha empregada conta tanta coisa!
É por isso que dou quando me apetece e/ou se perceber que há ali qualquer coisa que me leve a ajudar.

Beijinho
Imagem de perfil

De PP a 03.08.2017 às 01:47

Tudo disseste na tua última frase. Muito cedo aprendi-o junto dos alunos. Quem é pobre, mesmo muito pobre, tem vergonha da sua condição.
O que relatas, curiosamente vem ao encontro de histórias de pedintes em Coimbra que também eu ouvi na minha adolescência. Viverão as famílias às custas do "desalento" ou ... n sei como lhe chamar... dos seus protagonistas?
Sem imagem de perfil

De Pedro Coimbra a 02.08.2017 às 03:38

A falsidade é irritante, nestes casos abjecta até.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 02.08.2017 às 12:49

É mesmo.
Há muitos anos, um homem "pobre" pedia à porta da igreja onde costumava ir à missa.
Uns anos depois soube que tinha uma choruda conta bancária, não em Braga, mas em Guimarães.
É isso que me leva a duvidar do pseudo sofrimento destas pessoas.
E este senhor, com boa cara, já foi visto sem as moletas a andar normalmente.
Imagem de perfil

De Mula a 01.08.2017 às 22:50

Há um senhor no Porto, num semáforo da Circunvalação que é a mesma situação, não pede dinheiro ele só cumprimenta as pessoas, mas pronto muita gente também lhe dá dinheiro, e faz isto aos anos.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 02.08.2017 às 12:50

Mas ao menos as pessoas dão porque querem e por ele cumprimentar acaba por ser simpático.


Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 01.08.2017 às 21:57

tb gosto desses artistas de rua. a menos não roubam e entretêm o pessoal :)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 01.08.2017 às 22:03


Mas este é especial pela simpatia e alegria que irradia.
Imagem de perfil

De HD a 01.08.2017 às 21:40

Quem se esforça... tem recompensa ;p
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 01.08.2017 às 22:04


E quando se é simpático e irradia energia positiva logo de manhã, tem a devida compensação.
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 01.08.2017 às 17:22

Ou seja, nada mudou :-)
Imagem de perfil

De Miguel Alexandre Pereira a 01.08.2017 às 17:02

Infelizmente, há pessoas que gostam de viver à custa dos outros...

http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 01.08.2017 às 20:41


O primeiro entretém as pessoas e dá-lhes boa disposição, logo de manhã.
O outro já não convence ninguém.

Comentar post



foto do autor


instagram@mariaaraujo


desafio temático de fotografia

20396075_DY5aH.jpeg

2º desafio de leitura

desafio



Encontros - eu vou

eu 1..jpg encontro 3º Encontro.png 4ª Encontro.png Selo 5º Encontro.PNG 6º. Encontro Bloggers (selo v1).jpg

Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR

Outro cantinho





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D