Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




976 - Balance between Body, Mind and Soul

por Maria Araújo, em 30.03.11

Levantei-me cedo, fui para o Porto no combóio das 8:30 h, pois no site estava indicado "greve entre 28 e 31 de Março", e se não houvesse transporte a esta hora, quase de certeza que teria outro a seguir.

A consulta estava marcada pra as 12h. Era cedo, mas fui dar uma volta pelo centro comercial que fica perto da Avenida da Boavista.

A massagem estava marcada para as 14h, pelo que fui comer algo leve e regressei, não à clínica, mas ao hotel que fica junto à mesma.

Aproximadno-me da porta, vejo ao meu lado direito uma placa que indicava "Malo Spa" , para a direita.

Segui a direcção, mas o que encontrei? Uma entrada  para o parque do hotel "Porto Palácio Congress Hotel & Spa ".

Voltei para trás e entrei toda desinibida pelo hotel "VIP" e dirigi-me ao porteiro.

Parece que ficou ligeiramente atraplhado por ver entrar uma mulher de jeans, botas de camurça, blusão de pele... Estarão habituados a que as clientes entrem de vestido de cerimónia num dia normal de trabalho?

Quando lhe disse "venho para a Malo Spa", rapidamente me respondeu: " não é aqui dentro do hotel". Venha por aqui".

E segui-o pela porta do porteiro, não pela principal e indicou-me o edifício que ficava para o lado do parque, mas em frente à "porta do cavalo".

Prontamente respondi: "desculpe, antes de entrar no hotel, vi a tabuleta, mas a direcção vai dar ao parque".

Comentou:"tem razão, mas o edifício é esse que está aí à sua frente."

Entrei.

Fui para o 2º andar.

Nada parecia a Malo Spa.

Sai do elevador um cavalheiro e, simpaticamente, perguntou-me se queria alguma coisa dali.

Eu disse o que procurava, mas que nada correspondia ao que tinha no meu registo.

De repente, olhei para o meu papel. O andar era o -2, não o 2º .

Ok. E o elevador nunca mais subia.

Quando cheguei à Malo Spa, com o Solinca do lado direito, fui muito bem recebida pela colaboradora.

Preenchi uma ficha.

Levou-me ao vestiário. Enqaunto caminhávamos e ela perguntava-me se tinha feito algum tipo de massagens, andávamos em círculo, subíamos umas escadas baixas mas largas, onde tinha do lado direito um carreiro de pedras de praia e corria uma água límpida que dava uma sensação de liberdade e calma, com o som de música suave ,característica destes espaços divinais.

Quando entrámos no vestiário, fiquei deliciada.

O meu cacifo era o nº 41.

Abri-o. Dentro tinha um roupão branco e uns chinelos. Na prateleira de cima, estavam duas tollhas brancas.Uma pequena caixa de correr , onde se colocam os nossos objectos de adorno, completava aquele pequeno espaço.

Em frente, na parede havia um grande espelho;  um balcão com secadores de cabelo, um fraco com pentes, creme para as mãos.

No meio deste espaço, estava um grande banco castanho, estofado com um tecido branco.

As casas de banho, o lavatório e os polibans completavam este espaço muito acolhedor.

Despi-me, vesti o roupão, calçei os chinelos e esperei uns minutos que me chamassem.

Mais uma volta circular. Já estava confusa.

Pensei :"este espaço amplo e circular deve "acompanhar" o parque de estacionamento, que deduzi ficar nos andares -3-4 e -5.

Deitei-me de barrriga para baixo.

As mãos da jovem tocaram os meus pés. Senti que os levantou, colocou uma toalha(?) morna debaixo deles e fez uma curta massagem.

Passou para as costas...para os braços... para a cabeça...

Cada vez que tocava com força nas costas, na cervical, a parte do meu corpo onde sinto mais tensão, era um alívio sereno.

Ora com os punhos, ora com os dedos, ora com os braços, cada toque era surpreendente.

O primeiro braço, o esquerdo, levou um esticão suave. Depois, segui-se o direito.

E a massagem continuou.

O final, foi o regresso aos pés. Senti os punhos das mãos da massagista a pressionarem as plantas dos pés.

Depois, com o lençol e o  cobertor que me cobriam as costas, fiquei a descansar um pouco.

Levantei-me. A massagista estava do lado de fora à minha espera.

Levou-me para a sala de descanso. Ui! Deitei-me confortavelmente na primeira cama que estava perto da entrada.

Uns minutos depois, foi-me servido um chá,saborosíssimo e perfumado, de maçã, e, dentro de uma tijela uma maçã verde completavam o tabuleiro.

Tomei-o calmamente. Estava quentinho. E, perdida nos relaxe dos meus pensamentos mais belos, deixei-me estar. O tempo que me apetecesse.

E apetecia-me ficar ali muito, muito tempo... Com os meus pensamentos, bons, postivos, calmos, românticos.

Saí. A menina indicou-me os vestiários.

Mas, confusa, ora subia, ora descia as escadas largas, e não o encontrava.

Até que dou com eles. Mas as figura era a dos vestiários para os hmens. Voltei para trás. Quase cheguei ao hall.

Voltei para trás. E vi. O sinal de mulher. O vestiário ficava na direcção do hall.  E eu não o virá.

Saí do Malo Spa, mas desta vez decidi não esperar o elevador. Fui pelas escadas. Ao passar no andar -1, vejo uma sala com uns cadeirões brancos. Pareceu-me uma sala de espera. E, do meu lado esquerdo, um restaurante luxuosamente decorado pôs-me de boca aberta. Á direita, para continuar a minha subida, estava o bar. Parei. E pensei:"que luxo! tudo dentro  debaixo de um edifício."

Cheguei ao 0. Saí do edifício. O cinzento do céu não me entristeceu.

A massagem tinha-me relaxado divinalmente.

E no combóio, apetecia-me encostar a cabeça e sonhar com o que acabara de viver.

Quem sabe não voltarei lá?

A próxima consulta será em Lisboa...

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

975 - Quem vier...

por Maria Araújo, em 29.03.11

não quebre, ahahahahaha!

 

 

Meninos , cuidado!  Nos próximos dias nunca se aproximem da bagageira do carro!
beijinhos

  
Assunto:
 
Para saberes quem te ama de verdade, faz o seguinte teste:

1 - Tranca o teu cão e o teu marido na bagageira do carro.
2 - Aguarda exactamente uma hora...
3 - Abre a bagageira...
4 - Vê quem está feliz por te ver novamente.

 

...É impressionante, não falha.

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

974 - Brogues

por Maria Araújo, em 28.03.11

 

 

 

Gosto de moda.

Perco algum tempo a clicar em alguns blogues.

Há uns dias, vi num blog os brogues (não sei o motivo de ter este nome, pois para mim são sapatos) e lembrei-me que, dentro de uma caixa guardada no armário, tenho um par dos ditos brogues, que comprei há cerca de um mês na MD.

Vi-os no início da colecção, mas não lhes dei grande importância, até ao dia em que vi numa sapataria uns modelos que me pareceram muito confortáveis.

Entrei na loja duas vezes.

A primeira peguei e apreciei.

A segunda, vi um modelo diferente na montra. Entrei e calçei-os. Lindos e confortáveis, mas deixei-os ficar. Caros.

Uns dias depois, voltei à MD.

Pedi o número e calçei. Confortáveis, bonitos e mais baratos.

Sou baixa, gosto de saltos altos. Não me via a usar os brogues.

Estava indecisa.

Trouxe-os. Até porque tinha comprado na loja da mesma marca mas no Braga Parque, uma peça de roupa que sempre gostei e fica bem com os sapatos.

E porque andam pelos blogues de moda, aqui está a foto da net:

 

 

 

 

 

 

 

   

 

 a minha foto

 

 

 

e os calções

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

973 - Conto-te

por Maria Araújo, em 27.03.11

Acordei cedo, muito cedo. Tive o funeral da mãe de uma colega da escola.

Regressei a casa por volta das 12:30h.

Fiz almoço, voltei à minha pintura, 2ª demão, dos móveis que estou a recuperar.

Fui para o sofá.  Ligo para a SIC Mulher, sem som, gata em cima das minhas pernas e adormeci. E que bem que me fez!

Depois, tive que fazer um teste para dois alunos que faltaram. E o pc dava erro.

Estava a ficar desesperada. Desisiti.

Fui aos testes do ano de 2008, adaptei-o, fiz copy/paste da segunda parte do teste  que os colegas fizeram, alterei algumas frases e, só por volta das 21:20h consegui imprimir.

Agora vim até aqui, espreitar os meus "fãs" enquanto passa na RTP1 o "conta-me como foi". (foi aqui, na cooperativa que nasceu a "diferença entre ser gerente e director geral).

Continua a ser uma série que me cativa.

Fim de semana cinzento e triste.

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

972 - Ela

por Maria Araújo, em 26.03.11

 

 

 

Jovens com vontade de lutar, vencer dia-a-dia a maldita doença. Mas ela não perdoa.

Sinto-me triste, desanimada.

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

971 -

por Maria Araújo, em 26.03.11

 

 

 

 

 

desligar tudo e jantar à luz da velas.

 

 

P.S.: estive a ler a lista de municípios que aderem à hora do planeta e, lamentavelmente, Braga não faz parte da lista.

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

970 - Hora

por Maria Araújo, em 24.03.11

Aqui, desde que em Novembro de 2010 paguei um conta de electricidade como nunca pagara, e se evitava gastos desnecessários de energia, desde então, mudei o meu comportamento.

Depois do Natal, dos dois aparelhos de aquecimento que tenho na sala, desliguei um, e nos outros baixei a temperatura.

Desligava o televisor com o comando, ficando a luz do aparelho ligada, assim como do rádio/CD. Agora desligo nos aparelhos.

A primeira subida de temperatura deste ano, fez com que eu desligasse o aquecimento da sala. O do quarto ficou no mínimo por mais algum tempo.

Há cerca de um mês desliguei-o.

Os aparelhos que ficam ligados durante a noite são o frigorífico e o telefone.

Em janeiro, o valor da factura EDP desceu, embora tivesse pago 2 meses.

Fevereiro desceu ainda mais.

Então, e como sempre faço todos os anos desde que tenho conhecimento da iniciativa, há pelo menos 3 anos, no último Sábado de Março,à excepção do frigorífico, desligos tudo aqui em casa.

Então, no próximo Sábado, prometo que vou ter um jantar "romântico" à luz das velas, perfumadas.

Tudo pelo Planeta.

Ele agradece.

 

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

969 - Na China...

por Maria Araújo, em 24.03.11

a Rita,  para Portugal

 

 

(...)

 

"Bom, e o que fazer agora em Portugal? Encontrei na Internet artigos sobre a votação do PEC IV e da provável queda do Governo em sítios irlandeses, australianos, norte-americanos (EUA e Canadá), de Hong Kong... A imagem que passa para fora é a de um país "aflito". Quem vai querer investir em Portugal? Caso o orçamento não seja aprovado, alguns economistas entrevistados pela Reuters afirmam que Portugal vai precisar indubitavelmente de recorrer ao Fundo Monetário Internacional (FMI) pois tem que pagar, entre Abril e Junho, 9,12 mil milhões de euros acrescidos de juros. Virão tempos ainda mais complicados..."

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

968 - Abandono

por Maria Araújo, em 23.03.11

 

 

Mas nenhum, repito, nenhum partido político é digno de representar este país.

Precisamos de mudança.

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

967 - Miss Pepper

por Maria Araújo, em 23.03.11

Para ti, e fazendo frente ao teu post primaveril, aqui tens a minha primavera...

pshiu! (depois conto-te onde as colhi).

 

 

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/4



foto do autor


instagram@mariaaraujo


desafio temático de fotografia

20396075_DY5aH.jpeg

2º desafio de leitura

desafio



Encontros - eu vou

eu 1..jpg encontro 3º Encontro.png 4ª Encontro.png Selo 5º Encontro.PNG 6º. Encontro Bloggers (selo v1).jpg

Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR

Outro cantinho





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D