Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Conta-me como foi.

por Maria Araújo, em 31.01.10

 

 

Hoje o  "conta-me como foi"  foi especialmente dedicado à moda.

Margarida estava elegantíssima no seu vestido plissado,  de chiffon, cor cinza, com mangas transparentes.

A passagem de modelos, nessa altura feita "em cima do joelho", com as funcionárias improvisadas para modelos, estavam elegantemente vestidas à anos 60.

Mas o que mais me prendeu a atenção foram os penteados.

Lembro-me de ser miúda, ter de tirar a fotografia para o meu BI, e a minha mãe levou-me ao cabeleireiro para fazer um penteado especial. Eu que tinha um belo cabelo loiro, comprido, senti-me ridiculamente mal e velha com "aquilo" na minha cabeça. Se me tivessem feito uma "banana", penteado elegantérrimo para uma festa, ainda aceitava.

Mas " o que era aquilo?", perguntam-me. Aquilo era um "poio"  feito com o meu próprio cabelo colocado mesmo em cima da cabeça e com a franja que usava na época e uso actualmente. 

Nunca me esquecerei dessa foto, que felizmente não tenho. 

Hoje os penteados dos anos 60 estão de volta, mas não como o que me fizeram para a foto.

São estes, os modelos "banana" com franja, que eu adoro.

Não sei se usaria. Não tenho rosto para isso. Mas que faz uma mulher muito feminina e sedutora, oh, se não faz!

E hoje recordei-os no Conta-me...

 

 

                          

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

31 de Janeiro

por Maria Araújo, em 31.01.10

 

SAPO  Portugal Online

 

Hoje, 31 de Janeiro, faz 100 anos que a República Portuguesa foi implantada.

Vê-se os jornais na TV e escuta-se os nossos governantes falarem como se quase tudo estivesse bem.

Faz-me lembrar a canção de Paulo Gonzo "dei-te quase tudo".

A  população que elegeu este governo, há quatro meses atrás, é a mesma que agora chama de ladrões, José Sócrates (BPN) ,o mesmo que pede ajuda a Cavaco Silva, o que protesta, empresários dos carrosséis...

Lamentável que esteve povo não  (pre)visse o que agora está visto.

 

Foste entrando sem pedires
E marcaste os teus sinais
Tatuaste a minha vida
Ferro e fogo e muito mais
Vasculhaste os meus segredos
E eu deixei
Sem reservas nem pudor...

Invadiste os meus sentidos
O que não fiz por amor
E deixaste a minha vida
Meio perdida
Neste beco sem saída..

Dei-te quase tudo
E quase tudo foi demais
Dei-te quase tudo
Leva agora os teus sinais...

Obrigaste-me a quebrar
Todas as leis
E deixaste-me ao sabor
Na loucura
Dei-te os dedos e os anéis
E o que tinha de melhor...

Dei-te quase tudo
E quase tudo foi demais
Dei-te quase tudo
Leva agora os teus sinais...

 

 

 

E neste dia 31 de Janeiro, aniversário da minha irmã mais nova, 43 anos,  mãe da Sofia e do Duarte Nuno.

Tem um namorado atencioso. Este combinou comigo, a mãe dele, muito querida, e um casal amigo com os dois filhos, ela namorada do Duarte, e marcámos um almoço surpresa num retaurante simpático , sito na Falperra.

Casais jovens com os seus filhotes, casais meia idade enchiam o restaurante acolhedor, com uma cozinha portuguesa caseira e deliciosa.

A ementa era variada. O que pedimos:

 

Entrada


alheira com grelos

cogumelos

costela

chouriço com favas

pão cortado em fatias,dentro de sacos de algodão branco.

 

 

Pratos

 

- arroz de feijão vermelho com grelos, e filetes de pescada epolvo

- bacalhau com puré

- vitela assada com batatas

 

O arroz  vinha no tachos, que foram colocados na mesa, assim como as assadeiras de barro com a vitela e o bacalhau (este fervia ainda) . 

                         

 

 

 

Bebidas

 

água,

champanhe

coca-cola

ice tea

 

Sobremesa

 

bolo de aniversário

café

 

 

Minha irmã ficou feliz com esta surpresa.

Ela merece.

 

 

 

 

 

 

Aproveito para desejar um Feliz Aniversário ao amigo da Treta      que completa hoje 40e...anos.

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

New arrivals

por Maria Araújo, em 29.01.10

 

E voltamos aos anos 70, com este triquini:(continuo a gostar do biquini).

 

 

 

 

Os casacos abaixo da anca (eu gosto deles curtos).

 

080 barcelona

 

 

 

 

 Os blusões(adoro-os)

 

080 barcelona

 

(a carteira é linda!)

 

 

 

 

A trança (gosto delas modelo "Lolita")

 

080 barcelona

 

 

 

 

Os óculos (adoro os Ray-Ban).

 

Estes:

 

 

 

 

e estes:

 

 

 

 

E mais estes, iguais aos meus:

 

 

 

Que dupla!!!!!!!!!!!!!

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Montanha russa

por Maria Araújo, em 29.01.10

"Vai estar sempre mais despenteada a mulher que decide andar na montanha russa, que aquela que decide não subir."

 

 

 

 

Já subi à montanha "russa" várias vezes ao longo da minha vida.

Umas vezes caí. Outras equilibrei-me.

Será que hoje vou subir e ficar lá em cima?!

Se me equilibrar não vai ser nada mau.

Se cair ou deixar-me abater...vou à luta.

Despenteada estou eu muitas vezes com este cabelo irreverrente que tenho (tem dias que pareço uma bruxa).

 

Afinal a vida não é uma montanha russa?

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

A eterna e irreverente...

por Maria Araújo, em 28.01.10

 MAFALDA

 

 

 

 

VIVER DESPENTEADA


Decidi aproveitar a vida com mais intensidade...
O mundo é louco, definitivamente louco...
O que é bom, engorda.  O que é lindo, custa caro. 
O sol que ilumina o teu rosto, enruga.
E o que é realmente bom nesta vida, despenteia...


- Fazer amor - despenteia.
- Nadar - despenteia
- Pular - despenteia.
- Tirar a roupa - despenteia.
- Brincar - despenteia.
- Dançar - despenteia.
- Dormir - despenteia.
- Beijar com ardor - despenteia.

 

 

É a lei da vida: Vai estar sempre mais despenteada a mulher que decide andar na montanha russa, que aquela que decide não subir.

Por isso, a minha recomendação a todas as mulheres:


Entrega-te, come coisas gostosas, beija, abraça,
dança, apaixona-te, relaxa, viaja, salta,
dorme tarde, acorda cedo, corre, voa, canta, arranja-te para ficares linda, arranja-te para ficares confortável,
admira a paisagem, aproveita, e acima de tudo
:a a vida despentear-te!!

 

O pior que pode acontecer é que precises de te pentear de novo...

 

 

(penso que todas nós precisamos de viver algumas emoções bem fortes...)

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Triste

por Maria Araújo, em 28.01.10

Hoje, no trabalho, alguém  muito importante das minhas relações de amizade, disse-me: "ai que estou tão bonita!"

Sorri. Sabia que essa expressão era-me dirigida.

No entanto, o meu exterior não correspondia ao meu estado de espírito.

Ela  deu-me coragem e disse: " Faz o que te digo. Não deixes passar o tempo. Vai para a fila".

Outras pessoas aproximaram-se. Sabiam o que se passava. Deram-me coragem.

"Deve ser por sermos boas pessoas", comentou uma.

Outra reforçou: "Não concordo com o que te fizeram. Vai. Não te deixes abater."

De repente, viro costas. Vou em frente.

"Respira fundo. Ganha coragem! Não te deixes levar pela tua ingenuidade! ", murmurei dentro de mim.

Fui...

Amanhã saberei os argumentos.

Mas estou triste, muito triste.

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ingenuidade

por Maria Araújo, em 27.01.10

Tenho um amigo. Boa pessoa , educado, bom sentido de humor, trabalhador.

Costumamos enviar uma mensagem, de quando em vez, para sabermos um do outro.

A semana passada quis saber dele. Escrevi-lhe.

Ia viajar, por uma semana.

Ontem, quis saber como estava. Enviei uma mensagem.

Não obtive resposta.

Hoje, cerca das 21:30h, e porque tive de atender o telemóvel, verifiquei que tinha uma mensagem.

Era dele...

Fiquei pensativa, como sempre...Quando ele me contacta.

Respondi: " ... Há alturas que se deve tomar uma posição. Por vezes, o erro está dentro de nós e não nos outros. Segue o teu caminho. A ingenuidade é que nos faz "tolos".

 

Pessoas altruístas e ingénuas, são tontas. Não lhes é reconhecido o mérito...do trabalho e do amor.

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Docemente...

por Maria Araújo, em 25.01.10

Recebi umas imagens lindíssimas da amiga virtual riscos-e-rabiscos.

Cada uma delas de um encanto que só os animais podem ter.

Esta achei-a docemente bela.

Fosse o Homem como os animais...

 

 

 

untitled por romantica2008.

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Metro

por Maria Araújo, em 25.01.10

 

 

 

 

 

 

Do blog vida de enfermeiro, retirei esta linda imagem...É que há dias que me sinto tal e qual o que ela mostra.

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fim de semana

por Maria Araújo, em 25.01.10

 

O Sábado estava escuro. Fui para a acção com o guarda-chuva aberto, e com a nostalgia de que seria mais um fim de semana cinzento. Tinha visto na internet que Domingo o tempo melhoraria.
À tarde fui fazer umas compras. Estava cansada do trabalho da semana , mais o da formação, e precisava de sair de casa.
À noite ia ver David Fonseca. Nunca vi um espectáculo deste cantor, mas tinha conhecimento pela funcionária da bilheteira do Teatro Circo  que na sua última actuação aqui em Braga, fora surpreendente.
Em Dezembro passado não faltaram os fãs, que são muitos, na FNAC que, ao que parece, foi um sucesso.
Costumo receber e-mails informativos da Câmara de Braga, com espectáculos e actividades de lazer a acontecerem durante o mês.
Um deles foi precisamente a informar que os bilhetes para o espectáculo de David Fonseca estavam esgotados.
Uns dias depois, passando junto ao Teatro Circo, entrei e perguntei se havia bilhetes para o espectáculo. A senhora disse que havia somente balcão e os lugares, caso eu quisesse mais que um bilhete , seriam separados.
Respondi que queria apenas 1 e se possível plateia. E consegui. Na primeira plateia, última fila.
O Teatro encheu. “Between waves”começou da melhor forma. O público aplaudiu. Não esperava que fosse um óptimo comunicador. David Fonseca é de facto um grande cantor, uma presença em palco que encanta. Magro, alto, cabelo encaracolado, perna direita sempre em movimento e mais atrás em relação à esquerda, o cantor não parava.
Um repertório muito variado e interessante, muita luz e eis que David começa a contar as suas histórias, fazendo rir com os seus comentários, encandeando-os com a canção seguinte.
Uma das suas: “Um dia recebo um telefonema de alguém a dizer-me que tinha encontrado numa gaveta umas gravações de António Variações. Perguntou-me se eu queria cantá-la. Fiquei orgulhoso, pois cantar António Variações seria uma honra e respondi que sim.”
E começa a cantar em Português, a única canção de todo o repertório de “Between waves” cantada em Português.
Gostei da sua exibição. Adorei a sua presença no palco, e garanto que tem “pedal” para aguentar boas horas a cantar.
E eu bati palmas, bati suavemente com os pés, trauteei uma outra música conhecida, mexia a cabeça, com uma grande vontade de me levantar da cadeira e movimentar o corpo, deixando- perder-se ao som daquelas músicas.
E, palerma que fui, pensando eu que não podia tirar fotos não levei a máquina fotográfica.
Mas vou pôr aqui o vídeo do Youtube.

 

 

 

 

 

Gelado de Verão

 

Foste a razão da viagem de umas férias para fugir
Foste a razão da viagem de umas férias para fugir
Encontrei-te na paragem, no descer e no subir

Dei o teu nome a toda a gente e a todos te quis chamar
Dei o teu nome a toda a gente e a todos te quis chamar
Dei a tua voz ao vento e ao movimento do teu andar

Foste a frescura da minha sede
Andei contigo na minha mão
Foste a frescura da minha sede
Andei contigo na minha mão

 


Pintei a boca de rosa e verde
Foste o gelado do meu verão

Foste a sombra do momento, tentação a experimentar
Foste a sombra do momento, tentação a experimentar
Foste a luz do salvamento do regresso ao meu olhar

Tu foste em todas as formas um país que eu nunca vi
Tu foste em todas as formas um país que eu nunca vi
Velho sonho dos meus olhos e eu só te vi a ti

Foste a frescura da minha sede
Andei contigo na minha mão
Foste a frescura da minha sede
Andei contigo na minha mão
Pintei a boca de rosa e verde
Foste o gelado do meu verão

Teu corpo minha toalha, foste o Sol da minha cor
Teu corpo minha toalha, foste o Sol da minha cor
Foste o mar da minha praia, tu foste o meu bronzeador

Foste a frescura da minha sede
Andei contigo na minha mão
Foste a frescura da minha sede
Andei contigo na minha mão
Pintei a boca de rosa e verde

 

 

 

 

Início

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/4



foto do autor


instagram@mariaaraujo


desafio temático de fotografia

20396075_DY5aH.jpeg

2º desafio de leitura

desafio



Encontros - eu vou

eu 1..jpg encontro 3º Encontro.png 4ª Encontro.png Selo 5º Encontro.PNG 6º. Encontro Bloggers (selo v1).jpg

Encontros - eu fui

IMG_2230 (2).JPG MARCADOR

Outro cantinho





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D