Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



quando leio e quero experimentar...

por Cantinhodacasa, em 05.05.16

Habitualmente compro champôs em lojas de produtos para cabeleireiro, com uma vasta marca que nos deixa na dúvida sobre o que comprar e experimentar, mas sendo a minha marca preferida a L'Óréal, opto sempre por esta..

Contudo, tenho lido opiniões bastante positivas sobre a gama de champôs Tresemmé, que em tempos usei.

O champô estava no fim, lembrei-me da marca, à venda em alguns supermercados, e comprei. Mas antes, no site da marca, fiz o teste e o resultado foi este.

Sem Título.png

Na terça-feira fui à praia, o  vento não era suficiente para que saísse de lá com o cabelo emaranhado, quando cheguei a casa,  tomei banho, apliquei o champô.

Esfreguei suavemente, passei por água tépida. 

Ponho mais um pouco de champô, repito a operação com a água. Quando levo as mãos ao cabelo nem queria acreditar no que eles sentiam. O cabelo estava completamente emaranhado. Os meus dedos tentavam separá-los. Missão impossível.

Passei o condicionador. Nada! Nem este fez o milagre.

Peguei num pentei com dentes grossos. Levei um tempão a separá-los, o pente ficou cheio de cabelos. Nunca me vira numa situação destas.

Depois de seco, os caracóis estavam desfeitos e o cabelo estava mais volumoso do que já é.

Hoje, para tirar dúvidas se seria da praia, voltei a usar o mesmo champô. A primeira aplicação não correu mal, mas na segunda, volta a acontecer o mesmo. Senti o que os fios do cabelo se entranhavam. Enxaguo, passo os dedos. Estava complicado.

Em vez do condiconador, apliquei a máscara que costumo usar da L'Oréal.

kit-loreal-vitamino-color-aox-500ml-4725296f434c3f

 

Uns minutos depois, volto a enxaguar. A máscara deu resultado.

Passei o pente (para o cabelo com caracóis uso pente), o cabelo cedeu.

Depois de seco, ao natural, está, agora, mais suave.

Resultado? Vou desfazer-me do champô e comprar o que sempre uso e de acordo com a estação do ano.

SA000017_1.jpg

 

Dizem que não se deve usar os mesmo produtos durante muito tempo, há que variar.

Neste caso, nunca mais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

maquilhagem durante o treino

por Cantinhodacasa, em 05.05.16

Já há algum tempo que pensei escrever sobre as mulheres que vão para o ginásio treinar "carregadas" de maquilhagem

Se são as mulheres que vão treinar depois de um dia de trabalho, ainda se aceita, mas logo de manhã, vestidas e maquilhadas como se fossem para o trabalho e/ou uma festa, que as há, é inconcebível.

No anterior ginásio que frequentei, chegaram ao ponto de afixarem um aviso em que era proíbido fazer a aula de hidroginástica, ocupar a sauna, jacuzzi e banho turco, com maquilhagem.

Neste ginásio não tem nenhum aviso, presumo que confiam no bom senso das mulheres, que  entendam que há certas modalidades que não convém usá-la.

Gosto de ir ao ginásio de manhã, há menos afluência de sócios, não precisamos de controlar o tempo que estamos em algumas máquinas.

Ora, nos dias que temos de ir mais cedo meia hora para termos senhas para a aula, juntam-se as pessoas da hidroginástica e de pilates, as modalidades mais procuradas de manhã. Na fila de hidroginástica costuma estar uma mulher, nos seus 40tas, que sai de casa muito maquilhada: uma cor de base demasiado escura para a sua pele branca, baton vermelho muito carregado, máscara de pestanas. Pergunto-me muitas vezes "porquê?" se ela vai para a piscina.

Todas temos as nossas imperfeições de pele que gostamos de disfarçar e sendo o ginásio o lugar frequentado por muitos homens e mulheres, não gostamos de as mostrar, procuramos parecer bonitas e saudáveis.

Falo por mim que tenho olheiras e papos, aplico o creme de rosto e de olhos e um pouquinho de corretor de olhos, deixo a base e a máscara de lado. 

Há pouco, entrando no página do clube,  li este artigo sobre o uso de maquilhagem durante o treino, que passo a transcrever:

 

Três razões pelas quais o treino e a maquilhagem não combinam

malhar-maquiagem-academia-650x350.jpg

 

Claro que todos queremos estar bonitos em qualquer ocasião mas existem algumas razões pelas quais se deve evitar treinar com a cara coberta de maquilhagem. Tudo tem o seu lugar e se não vem treinar em saltos altos, para quê usar maquilhagem no ginásio?

 

De seguida damos-lhe três razões para vir treinar e deixar a maquilhagem em casa.

 

#1 A maquilhagem não resiste até ao final do treino

Se está realmente a planear uma sessão intensa de treino e divertir-se no ginásio, não pode estar preocupada se a base está a sair ou os olhos estão borrados. Se gosta de usar maquilhagem durante uma aula de Zumba, por exemplo, deve considerar uma base hidratante com um toque de cor. Este seria o menos prejudicial de todas as escolhas, desde que a remova antes da sua pele arrefecer para evitar que os poros fechem e absorvam a maquilhagem. Mesmo à prova de água, a maquilhagem não irá resistir se se limpar à toalha de vez em quando, por isso é mesmo melhor ir sem maquilhagem.

 

#2 Não é bom para quem quer ter uma pele limpa e suave

Suar é o ar condicionado natural do corpo, ajudando-o a arrefecer quando o exercício começa a sobreaquecê-lo. Se está a planear saltar, agachar, dançar e mover-se livremente não use maquilhagem. Aproveite a oportunidade para permitir aos poros dilatar sem "poluição" na superfície. Poros entupidos são maus para os seus planos de beleza - quando usa maquilhagem, estes absorvem-na e têm tendência para criar pontos negros e espinhas.

 

#3 Pode ser uma perda de tempo e dinheiro

Todas as manhãs passa alguns minutos (ou muitos) maquilhando-se com base, pó compacto, blush, delineador, sombra e batom. E depois enfrenta o dilema de ter que remover tudo e aplicá-lo novamente depois de ter concluído o seu treino.

Se treinar de manhã pode evitar isso, ao aplicar a maquilhagem apenas depois do treino. Se treina noutros momentos do dia, não há como dar a volta a isso exceto ter um conjunto de produtos básicos e simplificar rotinas. Se faz exercício mais tarde e vai para casa depois, talvez um creme hidratante ou um sérum sejam as melhores escolhas.
Deve remover a maquilhagem antes do treino com um desmaquilhante, de preferência livre de sulfato, para evitar a secura da pele e inflamação. Evite esfregar o rosto em toalhas ou roupas, passando apenas suavemente para remover a transpiração. Uma limpeza profunda a cada dois ou três meses, dependendo do seu tipo de pele, é uma maneira de manter a pele saudável e limpa.

 

Se quiser uma receita caseira, a que lhe apresentamos de seguida é uma máscara bastante natural, calmante e hidratante para o rosto:

 

703423-Máscara-de-pepino-para-o-rosto-4.jpg

 

• 1 pepino pequeno - descascado
• 1 colher de sopa de mel
• 2 colheres de sopa de iogurte natural,

Misture o pepino até fazer uma polpa, adicione o mel e o iogurte e misture bem. Coloque no frigorífico durante 30 minutos. Aplique com um pincel ou usar os dedos e deixe descansar por 10 minutos. Lave bem ao retirar.

 

Já que estamos na onda de comidas saudáveis para o verão que vem, aproveitem  as receitas, clicando aqui.

f52f60_banner_7_frutas_para_saladas.jpg_960x400_c_

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

#darcalorias, os números

por Cantinhodacasa, em 05.05.16

ontem, quando escrevi este post, encontrei alguns números #darcalorias  de vários ginásios, mas não apareciam todos os Clube da rede Holmes Place.

estavamos assim,

Sem Título.png

já conseguimos isto:

 

Sem Título.png

actualizado na página do FB de Braga.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

#DARCALORIAS

por Cantinhodacasa, em 04.05.16

 

 

Fui ao ginásio, cheguei uns minutos antes da entrega das senhas para a aula de hoje.

Com os feriados e o calor muitas pessoas meteram férias. À exceção da terceira idade que fazia a grande fila do costume, só estavamos duas pessoas para receber as senhas de antigravity (esgotam as senhas, hoje apenas estavamos 4 pessoas).

Quando elas foram entregues, achei estranho porque constava de um cartão com o nome da aula e número de calorias mínimas, no caso 150 kcal, que se pode gastar nesta modalidade.

Perguntei ao L, o recepcionista, se não tinhamos a ficha habitual. Pelo que parece, e durante o mês de Maio, as fichas são esses cartões com o nome da modalidade e o respectivo número de calorias.  

Pela primeira vez começamos a aula com o spiderman para descomprimir a coluna.

Muito força nas mãos e no abdominal "fomos macacos" a subir e descer os hammocks. Aprendemos novos equilíbrios, cada um deles um desafio à gravidade. Gastamos calorias. Talvez mais que as 150 kcal.

Quando estava de saída do ginásio, outras atividades  estavam a ser preparadas, penso que facilmente se conseguirá um, dois, três ou mais milhões de calorias. Porque  cada milhão que se consiga alcançar, uma pessoa com necessidade de alterar os seus hábitos de vida  vai ter uma adesão grátis no ginásio Holmes Place.

Já escrevi neste post  que não precisa ser sócio do Holmes Place. Qualquer pessoa pode dar calorias e para isso só tem clicar aqui:  http://ow.ly/4ni2Za

E os números começam a aparecer.

Sem Título.png

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

3º dia na capital

por Cantinhodacasa, em 04.05.16

Terça-feira acordamos cedo, pusemo-nos prontas para ir para a rua, repetir, no meu caso, os Jerónimos, o Padrão dos Descobrimentos, o CCB, os pastéis de Belém ( que não comemos) e a tarde seria o que nos apetecesse fazer.

Descemos em direção ao Martim Moniz, metemos pela Praça da Figueira, tomamos café na Rua Augusta e, como sempre, porque sou curiosa, quando passo à porta, gosto de ver se há alguma exposição, falei à minha amiga no MUDE.

Entramos, estava em exposição peças de mobiliário e vestuário de designers conhecidos do século XX. Reconheci algumas dessas peças de exposições anteriores

No fim do corredor, em frente à saída, tinha um expositor onde se lia "A cor é para todos", Made in Portugal ColorADD, onde se  via, em forma de pirâmide, uma inúmera quantidade de lápis de todas as cores da marca Viarco.

Só fotografado poderia mostrar aqui o quão de apelativo estava o expositor, mas como não se pode fotografar dentro do museu, não tive outra solução senão procurar no site do MUDE.

Sem Título.png

Seguimos em direção ao Terreiro do Paço, para ver o rio e tirar as fotografias para mais tarde recordar (tenho imensas tiradas nos mesmos lugares mas com pessoas diferentes, desta vez não quis tirar) fomos para a paragem de autocarro com destino a Belém, onde uma longa fila de estrangeiros aguardava a chegada do transporte.

DSC00579.JPG

 Alguns turistas tinham bilhete na mão, nós não sabíamos onde os comprar.

Chega um elétrico articulado, tentámos entrar pela frente para comprar os bilhetes, mas a cabine do condutor estava fechada, bati nos vidros para lhe perguntar como adquirir o bilhete, mas ele mostrou-me um ar sisudo, antipático.

Saímos. Andava um condutor dos tuk a perguntar aos estrangeiros se queriam um passeio pela cidade, até que me lembrei de lhe perguntar se havia algum lugar onde pudessemos comprar os bilhetes de autocarro.

Repondeu-nos que era no autocarro que se comprava e que custava 3 euros cada bilhete mas que se quisessemos que nos levava a Belém. 

Agradeci e respondi que não. Mas a fila começou a aumentar ainda comentamos que às tantas até qie seria uma ideia irmos de tuk.

Chamei-o mas ele ignorou-nos. Entretanto, chegou outro elétrico articulado, entramos e foi então que vimos, bem afastadas de nós, a máquina dos bilhetes.

E para lá chegar? Percebíamos que os estrangeiros tinham alguma dificuldade em tirar os bilhetes. Nós, entaladas, no meio dos estrangeiros, pedíamos licença para chegarmos à máquina.

Como sardinhas na canastra e sem que alguém se mexesse, o elétrico ia seguindo o seu percurso e eu comentava com a minha amiga "se entra aqui o agente de fiscalização, estamos lixadas". Confesso que tive muito receio. 

(Contei à minha amiga que, há dois anos, quando a Lia veio passar uns dias a Portugal, aconteceu-nos a mesma coisa. Fizemos a viagem até Belém sem os bilhetes. Aliás, eram poucos os estrangeiros que os tinham).

A cerca de quatro paragens do nosso destino, comentei: "Vamos sair aqui, não me sinto tranquila".

E ainda bem que o fizemos pois encontramos um loja de conveniência e compramos água, que já estava a fazer muita falta.

DSC00586.JPG

Fizemos a visita aos Jerónimos, seguimos para o Padrão dos Descobrimentos, fomos ao cimo para captar as lindas vistas de Lisboa, passamos pela Torre de Belém e mesmo ali ao lado, e porque me lembrei do passatempo do Rui, fomos espreitar o Monumento aos Combatentes do Ultramar.

DSC00596.JPG

DSC00610.JPG

DSC00611.JPG

DSC00605.JPG

DSC00617.JPG

DSC00628.JPGDSC00633.JPG

DSC00639.JPG

DSC00649.JPG

Comentara com a minha amiga a hipótese de almoçarmos no Mercado da Ribeira, mas a hora já ia avançada, estava calor, queríamos ir ao CCB,  ficaria muito tarde, decidimos ficar mesmo por ali. E entramos na Portugália que, àquela hora, estava calma. Na esplanada não havia mesas, escolhemos uma no interior e junto à esplanada.

DSC00659.JPG

Depois de bem alimentadas, fomos descansar as pernas para a relva do CCB, tendo por companhia os pássaros e outras pessoas que tiravam uma soneca. 

DSC00664.JPG

DSC00667.JPG

DSC00671.JPG

 Apanhamos o autocarro para a baixa, subimos até ao Chiado para que a minha amiga ficasse com a fotografia da bela companhia do nosso Pessoa (eu não tirei porque já tenho de outras visitas).

DSC00676.JPG

Descemos o Chiado, não fomos comer os deliciosos gelados Santini, ainda não tinhamos digerido o almoço....

Fomos às compras, estavamos cansadas, jantaríamos em casa.

Mas para acabar bem a tarde, ainda faltava algo que havia prometido a mim mesma fazer.

No FB comentara com esta doce jovem que um dia iria dar-lhe um abraço.

Quis o destino que o apartamento que alugamos ficasse a dois passos daqui.

Por volta das 19h fui procurar o edifício que estava bem à vista. Fui para o lado errado, mas uma funcionária indicou-me o caminho e avisou-me que tinha de tocar uma campainha e pedir autorização para fazer a visita.

Mas na porta lia-se " visitas, das 19h às 21h" . Outras pessoas estavam santadas à espera, esperei também.

19:10h abriu-se uma porta. Surge uma enfermeira que, com um sorriso simpático, diz que podiamos entrar.

Fiz um sinal que queria falar com ela. Expliquei-lhe que era uma surpresa que queria fazer à CC e, de repente, perguntou ela aos visitantes: "Está aqui alguém para a CC?"

Uma senhora que vira na entrada e que comentara para mim mesma que era, de certeza, a mãe, respondeu: "Estou eu".

"Tem mais algum acompanhante?"

"Não", responde, "hoje só estou eu."

"Então tem aqui esta senhora que quer fazer uma surpresa à sua filha. Autoriza que ela vá?"

E expliquei à mãe o que me levava ali. Ela comentou "Ah! É a blogger que a minha filha fala".

Ajudou-me a colocar a máscara e entramos.

Uns olhos espreitavam a entrada do quarto. Sorri. E ela, a CC, reconheceu-me.

Não foram muitos os minutos que estive lá. Eram preciosos para mãe e filha, mas foram suficientes para perceber que o que leio no blog é exactamente o que é pessoalmente.

Não são precisas muitas palavras para dizer o que senti e sinto por esta blogger. A CC tem um coração do tamanho do mundo.

 

Já no apartamento diz a minha amiga "O nosso amigo quer vir a Lisboa e convidou-nos para bebermos um copo".

Chegou por volta das 21:30h, saímos a pé em direção ao Martim Moniz. Entramos no hotel Mundial, subimos no elevador até ao terraço,o  Rooftop Bar,  um espaço muito bonito e simpático convidava  para uma boa conversa e melhores bebidas.

IMG_20160426_224029.jpg

Pena que as noites lisboetas estivessem frias. Alguns clientes agasalhavam as costas com as mantas azuis que os funcinários punham à disposição.

IMG_20160426_222510.jpg

Junto a uma coluna havia uma mesa. Sentámo-nos nos altos bancos, de costas para a coluna que nos protegia do frio. 

As bebidas das mulheres não tinham álcool: sumo compal de beterraba e maçã, cenoura, sumo de limão, geleia (de qualquer coisa que não me recordo), canela, ervas aromáticas e limão. Simplesmente deliciosas! 

IMG_20160426_215849.jpg

Regressamos a casa. Eles ainda beberam chá e comeram bolachas. Eu, que ainda tinha o sabor da bebida fresca, não conseguia beber e comer mais nada.

O dia seguinte seria o nosso último dia em Lisboa. A contar... brevemente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

a origem dos dez mandamentos

por Cantinhodacasa, em 04.05.16

dez_mandamentos.jpg

 

 

Deus perguntou aos Gregos:

- Vocês querem um mandamento?
- Qual seria o mandamento, Senhor?
- Não matarás!
- Não
, obrigado. Isso interromperia as nossas conquistas.

Então, Deus perguntou aos Egípcios:
- Vocês querem um mandamento?
- Qual seria o mandamento, Senhor?
- Não cometerás adultério!
- Não
, obrigado. Isso arruinaria os nossos fins-de-semana.

Chateado, mas não derrotado, Deus perguntou aos Assírios:
- Vocês querem um mandamento?
- Qual seria o mandamento, Senhor?
- Não roubarás!
- Não
, obrigado. Isso arruinaria a nossa economia.

Deus, enfim, perguntou aos Judeus:
- Vocês querem um mandamento?
- Quanto custa?
- É de graça.
- Então manda DEZ

Autoria e outros dados (tags, etc)

vesti o biquini

por Cantinhodacasa, em 03.05.16

 

1462289626488.jpg

e fui para a praia.

Barrei-me de protetor solar antes de sair de casa.

Cheguei, já se viam pessoas que gozavam este primeiro dia de primavera com temperatura de verão.

Um pouco de vento, mas aguentava-se.

Li metade das páginas do livro do desafio da MJ.

Fui almoçar, o sol era quente na esplanada do costume. Decidi ir para outra praia depois do pinhal de Ofir onde pudesse encontrar uma duna.

1462286821416.jpg

E ainda bem que fui. Não esqueci de me besuntar com mais protetor, continuei a leitura do livro.

Uma hora depois, para primeiro dia foram horas suficientes a tomar a vitamina D, regressei a casa. Depois de um bom banho gostei do que vi: estou com um tom de pele bonito.

1462290262883.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ena pá, já me esquecia

por Cantinhodacasa, em 02.05.16

Sem Título.png

 e vai ser transmitido na TVI.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sem Título.png

 

Mês de Maio, o  mês do coração, e o Holmes Place entra em ação e une esforços  com a Fundação Portuguesa de Cardiologia para combater o sedentarismo.

Uma campanha de "angariação" de calorias que decorre durante o mês de Maio num clube HP ou em qualquer lugar onde pratiques uma atividade física.

Ao praticar uma das aulas ou atividades de máquina, regista as calorias gastas ou fotografa o momento, se estiveres num qualquer lugar, e partilha com o  #darcalorias.

Por cada 1 milhão de calorias gastas o HP doa uma adesão à FPC.

As adesões serão utilizadas por pessoas com uma necessidade comum: alterar hábitos de vida sedentários e melhorar de forma significativa o seu bem-estar e estado de saúde.

Se estás a praticar uma atividade física mas não consegues contabilizar as calorias, tira uma foto, partilha com o #darcalorias. Por cada foto partilhada o Holmes Place contabiliza 150 kcal.

Se tiveres dúvidas sobre as atividades que serão consideradas,  envia um e-mail para info@holmesplace.pt

Mas podes consultar este link, para saberes quais as aulas de grupo "queima calorias", ou para informações mais detalhadas, neste link  que trouxe do site Holmes Place.

HP1.png

 

Hoje já gastei calorias mas não tinha conhecimento desta campanha.

Entretanto, inscrevi-me e escolhi estas atividades:

já.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os bicolores Chanel

por Cantinhodacasa, em 02.05.16

Lisboa, terça-feira, 26 de abril, o nosso amigo estava a trabalhar, chegou o dia de mostrar outras zonas da capital à minha amiga (a contar num outro post).

Quando passamos junto ao Elevador de Santa Justa, mesmo ali, do lado direiro,o que me pareceu ser uma banal sapataria, lancei, por lançar, os olhos à montra e parei!

Umas sandálias bicolores preto/ bege, e vermelho/bege, baixas, levaram-me para os anos 60, Coco de Chanel.

A minha amiga comentava comigo, "são giras, são o teu estilo, parecem ser uma boas sandálias..."

Entramos.Um casal meia idade, muito simpático atendeu-nos, ele foi buscar uma sandália de cada cor. 

Como adoro vermelho, calcei a vermelha/bege, depois pedi a preta/bege. Uma de cada cor nos meus pés, sem dúvida alguma, gostei mais da preta/bege.

Gostei do pormenor da tira atrás, comentei com a minha amiga e o senhor, "As cores Chanel nos meus pés. Vou levar este par".

Os bicolores Chanel...

1d3e8d17b002fca0f2c9af54130331fc.jpgSem Título.png

 

 

chanel shoes.jpgcb7ec5743b56839ac822303e33b71581.jpg

 

os meus bicolores (made in Portugal)

 

DSC00760.JPG

 

DSC00762.JPG

DSC00751.JPG

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Outro cantinho







Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D


Encontros

encontro