Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

cantinhodacasa

farrapos, é o que vejo

Há cerca de quinze dias que não vou ao centro da cidade (a cinco minutos de casa), hoje fui levantar um exame médico (está tudo bem), tinha chovido antes de sair de casa a trovoada foi rápida mas forte, resolvi aproveitar para dar um salto ao Theatro Circo para comprar os bilhetes para dois espectáculos que não quero perder: David Fonseca e Hiromi.

Um senhor meia idade, t-shirt vermelha com a palavra "vigilante" nas costas, boné, óculos escuros, pedalava a sua bicicleta, ultrapassou-me no passeio. Falava alto para si próprio, isto:

"Andam estes jovens a jogar matraquilhos em vez de irem trabalhar e nós aqui a descontarmos para esses vadios."

Segui o caminho, até que nos semáforos teve que parar, entretanto, chego também, páro, ele continuava a conversa para si próprio, enquanto as pessoas que esperavam o sinal verde o observavam:

" Pois é Portugal, andas a tirar aos reformados para dares a esta juventude que não quer trabalhar e andar a gastar em vícios. Pobres dos reformados."

O sinal abriu, continuou o seu caminho a pedalar conversadno sozinho.

Desapareceu da minha vista, esqueci o senhor.

Dirigi-me ao Theatro Circo, comprei os bilhetes. A Zara fica ali ao lado, lembrei-me de espreitar o que há de novidade da colecção de outono.

À excepção de uns blusões beges e das jeans brancas, não gostei de nada.

Farrapos e mais farrapos, tudo muito florido, calças rasgadas, parkas cheias de berloques, camisas e blusas estilo anos 80, calças rasgadas, outras largas pelo meio da perna, nada de jeito .

Fico sempre na dúvida se é a idade que  já não aceita qualquer moda ou se são farrapos o que vejo.

Já na loja online, a coisa é outra.

A semana passada entrei na Massimo Dutti e apesar de ter umas peças interessantes mas pouco convidativas a gastar os euros com o calor que faz, nada me cativou.

E a menina ainda comentou comigo ( fiquei de queixo caído porque raramente as funcionárias comentam alguma coisa, gostam, sim, de olhar de alto a baixo os clientes que entram na loja (mas já foi pior),  e perguntou-me ela:  "não acha que a colecção está gira?"

Na verdade, eu não consigo encontrar peças jovens com toque clássico.

Para mim, as roupas são para senhoras com mais de setenta.

Mas ainda é cedo para o grosso que há-de vir da colecção. Aguardo.

Entretanto, hoje, ao final da tarde, tudo quanto era sapatos, sapatilhas e botas que não quero mais ver à minha frente, meti-os em dois grandes sacos de plástico para dar ou meter nos contentores de roupa e calçado.

Amanhã, vão ser as malas e a roupa.

Esquisita que estou, pá! 

5149222712_2_1_1.jpg

4406152811_2_1_1.jpg

 

 

 

 

 

os gémeos

Conheci ao longo dos anos que trabalhei,  gémeos rapazes, gémeos rapaz, rapariga. Uns eram idênticos outros não idênticos. Gémeas, conheci poucas.

Do convívio que tive com eles percebi que um era mais tímido, mais calado, mais inseguro.

O outro era extrovertido, tinha sentido de humor, resolvia as coisas por si e pelo outro, era esperto, protegia demais o irmã (o).

Contudo, no ambiente familiar, o mais tímido surpreendia. Era desinibido, divertido, perspicaz e inteligente.

Hoje, vendo algumas passagens da entrevista que os gémeos iraquianos deram à SIC, constatei isto mesmo: um dominava a conversa, respondia com prontidão as todas as questões, convincente nos argumentos mostrava segurança e auto-confiança naquilo que dizia.

O outro ia fazendo sinal afirmativo com a cabeça às repostas do irmão, passava a mão pelo rosto, mostrava-se preocupado, não falava.

A ver hoje à noite a na íntegra a entrevista.

 

naom_57bb6bdecf412.jpg

 

 

 

 

 

 

 

benditos chats

Sem Título.png

 

A semana passada passei no Ikea comprei um bloco de gavetas branco.

Fiz a montagem.

As gavetas levam uns botões de plástico que têm uma espécie de dentes que se não forem colocados correctamente, alargam e não entram no furo.

Estraguei seis desses botões. Tentei de várias formas recuperá-los, mas não tive hipótese.

Ontem, ( benditos Chats que algumas empresas têm nas suas páginas de contacto) expus o meu problema no chat, tive resposta imediata e de uma eficácia indiscutível.

Embora estes botões tenham duas referências, uma para as brancas outra para as pretas, e não tendo o funcionário acesso às peças informou que havia peças de uma das referências mas não sabia se eram brancas ou pretas e que enviariam por  CTT. Agradeci e disse que passaria hoje na loja.

Lá fui contente buscar as peças.

Mas não havia a cor branca, teriam de pedir ao fornecedor.

A funcionária foi muito simpática, deu-me algumas da cor preto, as únicas que tinham, pediu-me para passar lá em setembro.

Quando vimos as peças é que percebemos como funcionam.

Sem Título.png

 

Têm uma minúscula anilha que quando o botão entra no furo e pressionamos para encaixar, essa anilha é pressionada contra a cabeça do botão e não permite que estes saiam mais do furo.

Tendo eu pressionado os botões, que não entraram correctamente no furo, quando os tirei, a anilha estava em cima,  os dentes alargaram e quando tentava a encaixá-los de novo, não entravam no furo.

Solução arranjada, vou colocar as que me deram, e um dias destes volto lá para trazer os brancos.

Entretanto, aproveitei para almoçar no restaurante Ikea, cheio de gente, e gastei mais  uns euros em compras.

Bolas! Sempre que lá vou apetece trazer  alguma coisa.

Sou apaixonada pela loja.

 

 

 

 

 

 

"Mas vêm aí com tudo"

images.png

 

 

No jornal da RTP1 foram entrevistados vários brasileiros, inclusive miúdos de uma favela bem perto da cidade olímpica, e estrangeiros sobre os Jogo Olímpicos e a segurança no Rio de Janeiro.

Todos estavam de acordo que o Rio estava bonito, que ninguém temia nada, mas acabados os jogos voltaria tudo ao antes: a violência, o crime, a insegurança, o medo.

Há minutos, recebo uma mensagem no whatsapp:

 

"Já tenho saudades das Olímpiadas. Foi um momento único no Rio de Janeiro. Agora vem a depressão.

Crise política e financeira e de segurança estiveram esquecidas até agora. Mas vêm aí com tudo".

 

Palavras da minha sobrinha, que vive no Rio, e não deixou de ver e apoiar alguns dos atletas portugueses.

Voltam as preocupações da sua segurança, à nossa família.

 

 

 

 

as mais belas

atletas, e há muitas, dos Jogos Olímpicos e para o meu amigo Ricardo.

Há direitos de autor, não arrisquei mais.

Espero que gostes.

E como não podia deixar de ser, escolho em primeiro lugar a nossa linda portuguesa...

patricia mamona.jpg

 

Winifer Fernández

maxresdefault.jpg

 

Francesca Piccini

Francesca_Piccinini_1.jpg

 Aliya Mustafina

mustafina_aliya_70.jpg

 

Jakabo Zsuzsan

Jakabos-Zsuzsanna-Feet-1355441.jpg

 

 Marketa Slukova

Beach+Volleyball+Olympics+Day+1+UmWhlT3jzTHl.jpg

 

Frederica Pellegrini

Federica-Pellegrini--LEquipe-France-2014--01.jpg

 

Lorena Molinos

Lorena.png

 

os memes "oficiais" dos jogos olímpicos

Com pena minha os Jogos Olímpicos acabam hoje.

Penso que foi o ano que mais modalidades vi, se bem que 4 horas de diferença fazem muita diferença, à noite dava-me o sono, adormecia no sofá, quando acordava era hora de cama e não de ver jogos .

Dentro de minutos,  temos a cerimónia de encerramento que vai ser fantástica, com certeza, como foi a de abertura.

Andava  aqui a ver o quadro das medalhas, passei de site para site e cheguei a este com alguns memes.

Transcrevo:

"Acontece que o Brasil é o país dos memes, no plural mesmo. Separamos alguns dos principais — bem superiores ao #phelpsface — que merecem o título de meme oficial da Olimpíada do Rio."

 

 

E Portugal não escapou, pois claro!

 

JO1.png

 

 

 

JO3.png

 

JO2.png

 

JO4.png

 

Maratona, Jogos Olímpicos

 

RIOEC8L14WD3H_1536x864.JPG

Tenho uma grande admiração pelos atletas maratonistas africanos.

E hoje, Hawkings, bem na frente durante quilómetros, acabou em 9º lugar, sendo o Queniano, medalha de ouro, e o Etíope, medalha de prata, os primeiros a chegarem à meta da maratona do final dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Durante quatro anos estes atletas treinam quase sempre sozinhos, vivem em condições precárias, procuram nos Jogos Olímpicos o sucesso económico e social confortáveis, o sonho de uma vida melhor.

Parabéns Kipchoge e Lilesa.

 

 

 

Sem Título.png